terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

CONCLUSÃO

Sendo a Ginástica Artística e a Ginástica Acrobática modalidades muito complexas, a primeira porque engloba vários aparelhos e alto nível de execução e a segunda porque exige uma movimentação muito diferenciada e também um alto nível de execução, não estão ao alcance da maior parte dos jovens. No entanto, é necessário que as pessoas, professores ou treinadores, tenham conhecimentos mínimos e sobretudo saibam que, apesar de termos jovens que não são capazes de executar exercícios complexos, há uma série de exercícios simples que podem ser trabalhados nos Clubes de Ginástica e até nas escolas.
Assim, este trabalho pretende ser um ponto de partida para todos quantos gostam da Ginástica Artística e/ou da Ginástica Acrobática e se interessam por estas modalidades.
Enquanto futuros profissionais em Educação Física e Desporto enaltecemos o contributo importante que este trabalho traz na nossa formação e o quanto nos ajudou a reflectir, consciencializando-nos sobre os mais variados aspectos da Ginástica Artística e da Ginástica Acrobática.

Sem comentários:

Enviar um comentário